sábado, 19 de janeiro de 2008

É Carnaval

Antes demais um bom Natal e um próspero Ano Novo!
Ás vezes, perdemos tempo com coisas que não valem realmente a pena!

O Carnaval de Canas entrou-nos pelas entranhas dentro sem nós estarmos preparados para isso. Deveríamos ter sempre em conta aquele provérbio “lapaliciano”: “não há ano oficial que não tenha Carnaval”. Mas que custa ter tudo pronto a 3 de Fevereiro e, principalmente, estar preparado psíquica e fisiologicamente... Bem, e eu até nem me meto em bebidas alcoólicas, caso contrário, tinha de ter um “peito” mais encorpado!...
O Rossio foi, é e será o melhor... Em tudo!... Mas estar a recalcar muito esse facto vais contra a humildade que fica sempre bem aos melhores... Quem é o melhor é-o, sem precisar muito de palavras...
Mas, mais que o Rossio, temos este sentir o Entrudo de Canas de Senhorim... Temos a cobrança de cotas, a discriminação (ou será ostracismo?) que fazem as entidades oficiais ao Carnaval tipicamente português, temos os rituais (pisões, paneladas, enfarinhanços, desgarradas, comadres e compadres, enterro do entrudo, batatada, o despique, as “velhas”, as “mascaradas”, os 2 corsos, os bailes, o Quebra, as “negociações” dos percursos, os peditórios, etc)... A bem dizer, só um dos rituais carnavalescos canenses dava falatório em muito boas vilas portuguesas... Está tudo cá!...

É Carnaval em Canas de Senhorim!...

1 comentário:

Mac Adriano disse...

Agora que, oficialmente, o Carnaval acabou, entretenhamo-nos com o carnaval do país, que esse nunca pára.